A live integra a série “Concertos em Casa” e visa levar arte e cultura ao público

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), um projeto do ITEGO em Artes Basileu França, Instituto vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), apresentará neste sábado (16), às 17h, mais uma live da série “Concertos em Casa”. A apresentação ficará por conta do Quarteto de Cordas da OSJG, composto pelos violinistas Tiago Biscaro e Eliézer Miranda, pelo violista Thiago Rodrigues e pelo violoncelista Arthur Villafañe. No repertório, canções renomadas, como “Pequena Serenata Noturna” – Mozart, “Canon” – Pachebel, “Czardas” – Monti, “Salut d’amour” – Elgar, “My Way” – Frank Sinatra, “Por Una Cabeza” – música de Carlos Gardel e letra de Alfredo Le Pera, “Tico Tico no Fubá” – Zequinha de Abreu, entre outras.

A série de concertos online é uma ação desenvolvida pela Orquestra com o intuito de proporcionar ao público momentos de entretenimento relacionados à cultura e, neste caso, à música de qualidade, durante o período de quarentena em virtude da pandemia da COVID-19.

De acordo com Eliézer Miranda, a cultura e a arte são essenciais em qualquer momento, especialmente em uma fase como esta que vivenciamos atualmente, e podem representar a diferença entre a saúde mental e os problemas psicológicos. “A música, a leitura, são coisas que nos deixam tão fascinados porque nos apresentam um mundo completamente novo que, às vezes, nos faz esquecer do nosso mundo em si e os problemas que nele existem, mesmo que por curtos momentos de imersão. Então, esse tipo de projeto é extremamente essencial e fico muito feliz de poder participar e contribuir, levando um pouco de alívio e paz para o público que estiver nos prestigiando”, comenta.

Para Tiago Biscaro, o projeto “Concertos em Casa” representa estar ativo, com a mente sã e com um objetivo. “[É estar] preocupado com a missão de ser músico, que é levar a arte às pessoas, ser a ponte entre uma obra e o público e manter erguida a bandeira da cultura. E toda alma precisa de arte, de música, principalmente nestes dias tão difíceis, elas sabendo ou não”, afirma.

O concerto será transmitido ao vivo pelo Instagram e YouTube da Orquestra (@orquestrasinfonicajovemdegoias).

Sobre os músicos

Tiago Biscaro

Iniciou seus estudos de violino com o professor Darciano Gonçalves e, posteriormente, foi aluno do professor Salmo Lopes, no CEP em Artes Basileu França e Escola de Arte Veiga Valle. Em 2012, concluiu o curso de Licenciatura em Violino pela Universidade Federal de Goiás – EMAC, na classe do professor Alessandro Borgomanero. Participou de diversos cursos de aperfeiçoamento musical, como o Festival Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília, Festival de Música da UFG, Festival Música nas Montanhas, Festival de Música de Londrina, Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, Festival Young Euro Classic, Festival de Música em Trancoso, Festival MDR – MUSIKSOMMER (Alemanha) e Festival Berlioz (França). Em regência, coral e orquestral, participou de cursos com os professores Marco Antônio Izzo e Eliseu Ferreira. Desde 2002, exerce atividades em orquestras e grupos de câmara, viajando em turnês pela Espanha, Alemanha, Holanda, França, EUA e Argentina. Já integrou a Orquestra Jovem de Goiás (OSJG), a Orquestra Sinfônica de Goiânia (OSGO), a Orquestra de Câmara Goyazes e a Orquestra Sinfônica Jovem de São Paulo (OJESP). Nos últimos anos teve orientações com os professores Cláudio Cruz e Marcelo Soares. Atualmente, ocupa o cargo de spalla na Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás e é membro da Orquestra Filarmônica de Goiás (OFG).

Eliézer Miranda

Natural de Itumbiara (GO), iniciou seus estudos musicais aos sete anos de idade. Aos oito, ingressou no CEP em Artes Basileu França, atualmente ITEGO em Artes Basileu França, onde estudou com o professor Salmo Lopes. Aos nove anos, ingressou na Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), com a qual fez concertos por diversos lugares do Brasil e do exterior. Participou de vários festivais de música, tais como: 34° CIVEBRA (BRA) e o Festival Binacional Villa-Lobos (VEN), este último como convidado. Participou também de Master class com professores renomados, nacional e internacionalmente, entre eles: Luciano Pontes (BRA), Erich Lehninger (ALE), Amia Janicki (SUI), Pablo de Léon (POR), Luigi Sferazza (ITA), Alessandro Borgomanero (ITA), entre outros. Atuou como solista com diversas orquestras, executando obras de importantes compositores, como Bach, Vivaldi, Beethoven e outros. Atualmente, estuda com o professor Thierry de Lucas Neves, enquanto atua como violinista da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás e como solista em orquestras e cameratas pelo Brasil.

Thiago Rodrigues

 Natural de Belém (PA), iniciou seus estudos de violino na classe da professora Sílvia Matos no Conservatório Carlos Gomes em sua cidade Natal, tendo seu primeiro contato com a viola aos 16 anos de idade. Participou da classe de Ulisses Silva e Vinícius Amaral. Participou também de inúmeros Master Classes, com renomados professores e do Projeto Orquestra com o regente e violoncelista inglês Richard Markson. Foi integrante da Orquestra Jovem da Fundação Carlos Gomes, sendo chefe de naipe de violas. Participou ainda da Orquestra Jovem Vale Música. Fez turnês em Minas Gerais, Brasília, Rio de Janeiro e São Luís. Participou do Festival das Montanhas (Poços de Caldas-MG) e do Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa (PB), entre outros. Foi professor de violino e viola pelo Projeto Social “Ação pela Música no Brasil” há três anos, junto com o coordenador argentino, Hector Rossi, e também é Concertino do chefe de naipe das violas na Orquestra Municipal de João Pessoa, tendo cargo de chefe de naipe substituto. Foi também integrante da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba e, atualmente, é integrante da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás.

Arthur Villafañe

Nascido em Pirenópolis (GO), iniciou suas atividades musicais aos 12 anos de idade como aluno do curso de extensão da Universidade Federal de Goiás (UFG) titulado “Oficina de Cordas e Arco”, sob a orientação da Professora Flávia Maria Cruvinel. Como violoncelista, deve sua formação aos professores Dr. Paulo César Rabelo, Aneir Luciano de Freitas e Wyslaine Aguiar. Como instrumentista, participou de diversos Recitais, Concertos de Música de Câmara, Concertos Sinfônicos e Master-classes ministrados por instrumentistas de renome internacional,  como Bárbara Thiem (INGLATERRA), Miguel Rocha (PORTUGAL), Anatoli Krastev (BULGÁRIA,) Raiff Dantas (Brasil), Fábio Presgrav (Brasil), André Micheletti (Brasil), entre outros. Atuou como solista convidado da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, Orquestra de Câmara da EMB- Escola de Música de Brasília, e com a OU-USP (Orquestra Universitária USP). Atualmente é professor de Formação Inicial e Continuada (FIC) e do Curso Técnico em Violoncelo do ITEGO em Artes Basileu França.

 

Sobre a Orquestra

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), ligada ao ITEGO em Artes Basileu França, foi fundada em 2001, com o objetivo de formar jovens músicos com capacidade para atuar, profissionalmente, em orquestras nacionais e internacionais.
A Orquestra é contemplada com o Bolsa Artista, um programa criado pelo Governo Estadual, a fim de garantir aos jovens o acesso à educação, cultura e inclusão social.
O grupo musical é um dos principais do país, sendo reconhecido, inclusive, em diversos locais do mundo, por meio de turnês internacionais.